O que é GNU/Linux?

Quando você escuta a palavra Linux, você pode pensar em programadores barbudos digitando códigos obscuros numa tela preta. Boas novas! As coisas mudaram.

A figura

Linux é um sistema operacional, um grande pedaço de software que gerencia o computador. É similar ao Microsoft Windows, mas é inteiramente livre. O nome correto é GNU/Linux mas "Linux" é usado com mais frequencia.

Linux não é um produto de uma só empresa, mas o resultado da contribuição de um número de empresas e grupos de pessoas. Na verdade, o sistema GNU/Linux é um componente central, o qual é ramificado em vários produtos diferentes. Eles são chamados de distribuições.

Distribuições mudam a aparência e o funcionamento do Linux completamente. Elas variam desde grandes e completos sistemas (endossados por empresas) até pequenas distribuições que cabem em um cartão de memória USB ou rodam em computadores antigos (geralmente desenvolvidas por volutários).

Usando Linux

GNU/Linux não é mais difícil de usar do que Windows, e tem muito mais recursos. Leva apenas alguns minutos para se familiarizar com uma distribuição como Ubuntu ou Fedora, as quais vêm com muitos programas instalados.

Se você precisa de software com qualidade comercial para trabalhar com documentos de negócios, Internet/redes, ou multimídia e gráficos, aqui está a solução. Quer mais do que isso tudo? Linux pode fazer - existem muitas centenas de aplicações grátis e de alta qualidade que você pode encontrar, instalar e desinstalar com falicilidade.

Você nunca deve pensar entretanto, que o Linux é um clone do Windows. Para saber o que esperar quando você iniciar o uso do Linux, nós sugerimos que você leia nossa página Fazendo a mudança.

A figura maior

Quando você obtém uma distribuição GNU/Linux, você também ganha liberdade para estudar, copiar, alterar, e redistribuir - é isto que faz o verdadeiro software livre.

Muitas empresas desenvolvem seus próprios sistemas operacionais baseados no núcleo GNU software: produtos que não têm direitos exclusivos. Como a roda funciona?

  • Muitas empresas obtêm lucro vendendo suporte e serviços para suas distribuições GNU/Linux. Clientes corporativos compram atualizações com garantia de segurança e assistência. Outros serviços geralmente incluem treinamento e melhorias sob demanda para o software.
  • Algumas empresas, como HP ou IBM, contribuem com o Linux porque elas o pré-instalam nos servidores que vendem.
  • Uma comunidade extremamente ampla participa no desenvolvimento e melhoria do software, diminuindo custos e melhorando a eficiência.

No final, os usuários finais individuais têm o software a custo zero, enquanto clientes corporativos geralmente ficam felizes em pagar por mais suporte.

Por que não Windows

Por que nós devemos evitar o uso do Microsoft Windows

Mude para o Linux

Onde baixar e como iniciar com o Linux